sambaoriginal

Luís Filipe de Lima, produtor musical do álbum “Samba original”, fala sobre o arranjo do single “Garota dos discos”

O arranjador comenta sobre a participação criativa dos músicos Luis Barcelos e Eduardo Neves na faixa

 
Luis-Filipe-de-Lima
 

“Há quem diga - e eu concordo plenamente - que o maior mérito de um arranjador é ter uma agenda de telefones recheada de bons músicos. Pois foi justamente assim, com a colaboração direta de instrumentistas do primeiro time do samba carioca, que pude dar a forma final dos meus arranjos para o "Samba Original", o novo disco do intrépido Pedrinho Miranda. Um exemplo interessante é o da faixa "Garota dos discos", lançada como single. Quando criei o arranjo de base, que prevê a melodia da introdução, a escolha dos instrumentos, a harmonia, as paradinhas rítmicas, as repetições de forma, o andamento e os efeitos (no caso, os ruídos de braço de vitrola no início e no fim da faixa, pilotados pelo Domenico Lancellotti), pensei no bandolim do cracaço Luis Barcelos para bordar os contracantos da melodia, os chamados "comentários". Como o Luisinho é um grande improvisador, não me preocupei em escrever suas frases. Ele gravou vários takes, cada um mais inspirado que o outro, deixando pra mim apenas o trabalho de selecionar seus momentos mais brilhantes. Com os contracantos do bandolim editados em cima da base já gravada (violão de seis, guitarra, cavaquinho, baixo acústico, bateria e percussão), pensei em pedir ao Edu Neves que escrevesse para um naipe de clarone e três saxofones (soprano, alto e tenor), "comentando os comentários" do bandolim do Luisinho, ou seja, ora criando paralelismos a partir de suas frases, ora acordes mais parados (as chamadas "camas harmônicas"), ora uma segunda linha de contrapontos ou efeitos rítmicos. Edu, que não brinca em serviço, lascou a caneta e conferiu ao arranjo um resultado saboroso, eloquente e pouco convencional, num espírito que resume, afinal, o que é todo o disco: samba que busca caminhos novos a partir do próprio samba, mas sem precisar redescobrir a pólvora; samba ao mesmo tempo pra dançar, pra se emocionar, pra rir, pra descobrir sutilezas; originalidade sintonizada com as origens. Ouve aí e depois me conta”. 

Luis Barcelos e Eduardo Neves: colaboração direta no resultado final do arranjo da faixa "Garota dos discos". 

Ouça abaixo o single do disco Samba Original:

Fotos dos bastidores da gravação do disco “Samba original”

Gravado no estúdio Maravilha8, no Humaitá, e no Tenda da Raposa, em Santa Teresa, o terceiro disco solo do músico Pedro Miranda será lançado no próximo dia 8 de julho e trará um time de peso recheando as suas faixas. Nas bases, temos os baixos de Alberto Continentino, os surdos de Pretinho da Serrinha, os cavaquinhos de Luis Barcelos, as guitarras de Pedro Sá, os violões – de 6 e 7 cordas – de Luís Filipe de Lima, as percussões de Beto Cazes, Thiago da Serrinha, Paulino Dias e Claudio Brito e – é claro – os pandeiros do próprio artista. O que não faltou foi entrosamento e comemoração dentro e fora dos estúdios.

Confira a seguir alguns registros dos bastidores dos dois primeiros dias de gravação das bases que celebraram a chegada desse novo trabalho tão aguardado. Os músicos já citados acima e Luís Filipe de Lima, maestro e arranjador do disco, fizeram parte desse momento de forma próxima e talentosíssima. E em breve, mais fotos do processo de gravação!